Lendo os outros

. . . Através da repressão de Estado, pelo comando directo das polícias e dos serviços de informação (e dos departamentos policiais que criaram serviços de inteligência, na borderlineda lei), da supervisão do poder judicial, com a colocação e agenciamento de antenas governamentais neste poder constitucionalmente autónomo, . . .

10 comentários:

manuel gouveia disse...

Ao menos o Estado Novo fundiu tudo na PVDE...

João António disse...

Podes crer que era mais simples de identificar onde estavam os perigosos !

Daniel Santos disse...

Bem visto.

João António disse...

Muito bem visto Daniel !

Pronúncia disse...

Mais do mesmo.

E fica a velha questão, quem é que afinal controla quem?!...

João António disse...

Pronúncia, quem controla são as forças que se escondem por detrás dos políticos, que na sua maioria não passam de paus mandados !

Táxi Pluvioso disse...

Não sei não. Demasiado forçado o post, sobre algo que os portugueses gostam muito, ou seja, a substantivação ou adjectivação do nome do seu primeiro-ministro (ou líderes de partidos: os socratistas, os leitistas, os jeronimistas de souzistas, os portistas, os louçãístas etc). Controlo de grupos económicos pelo poder político não me parece ser possível. O dinheiro é que controla a política, e o resto, já agora.

Ferreira-Pinto disse...

Tenho cá as minhas fundadas dúvidas ... e até infundadas!

João António disse...

Táxi Pluvioso Claro que o dinheiro controla a politica, mas convém ter debaixo de olho a comunicação social, pois o poder deste é cada dia maior !

João António disse...

Ferreira-Pinto Pois eu cá não tenho duvidas da tentação do poder politico pelos média, mas quem manda no poder politico é o capital, portanto 1+1= controlo da comunicação social !