FPF / Madail / Interferências do Governo / José Mourinho

". . . Os portugueses devem saber que o campeonato do Mundo de 2018 será um sorvedouro de dinheiro e uma diminuição de soberania.
E pena que o Governo tenha lançado o olho para a FPF, na tentativa de instrumentalizar a seu favor o futebol.
Os portugueses terão de se erguer contra isto e correr com o Governo do PS, o mais rápido possível, já que a incompetência, a incapacidade para resolver os problemas dos portugueses e por demais conhecida.
Há que respeitar os outros treinadores e não desmerece-los . . . " 

Mais aqui :      José Maria Martins

8 comentários:

Daniel Santos disse...

o senhor secretário de estado do desporto estava tão bem calado.

ava n'tesma disse...

pois se corrermos com este
como se correu com o cavaco
nos idos de 90
arriscamo-nos a tê-lo como presidente em 2020
o melhor era enforcá-los todos
ou afogá-los como os gatos
políticos fadistas e futebolistas
e sobravam uns trocos para os que iam aos velórios

Catsone disse...

João, gosto de futebol. Gosto de me sentar no sofá e ver um bom jogo, de pensar nas tácticas, de "ler" o jogo.
No entanto, o que está à volta do desporto mete-me pena.
É triste ver um Estado que vê apenas o futebol como meio de chegar aos votos.
Lá vão jogando areia aos olhos do povinho na tentativa de desviar atenções.
Enfim, amigo, gostava de ver este país a acordar...

Abraço

João António disse...

Daniel Santos
ou então preocupar-se com o estatuto de utilidade publica entretanto perdido .

João António disse...

ava n'tesma
e transformar o país num qualquer deserto sarauí onde sobrassem os camelos .

João António disse...

Catsone
A vergonha dos políticos é tão fraca, que até um secretário de estado mete dó quando abre a boca !
Acordar ? Eu parece-me que cada dia está mais sonolento .
Abraço

Dylan disse...

O Euro 2004 gerou alguns elefantes brancos difíceis de solucionar. Acho que aprendemos, acho eu...

João António disse...

Dylan
aprendemos ? Parece-me que cada dia estamos pior, elefantes cada dia uns piores que outros .