Felinos na justiça

Nós os latinos gostamos muito de brincar quando estamos por cima, mas quando passamos para baixo o caso muda de figura e disposição. Claramente um sentimento "macho latino" .
"Temos de lutar contra esses animais felinos e outros que tais, que recebem páginas de jornais que não deviam ser utilizadas para denegrir a imagem de um clube centenário
"

8 comentários:

Catsone disse...

Numa palavra: ensandeceu!

Daniel Santos disse...

SLB! SLB! SLB! SLB! Glorioso SLB, Glorioso SLB!

João António disse...

Catsone
Nem mais, os gatos podem ter ultrapassado algumas decências, que são sempre ultrapassadas por todos quando o tema é a bola !

João António disse...

Daniel Santos
"Só eu sei porque não fico em casa"
lol

Renato_Seara disse...

Pois eu (portista me confesso) sou totalmente a favor de uma tomada de posição por parte do PC. O Ricardo Araujo Pereira e um optimo humorista mas que se excede em demasia quando o assunto é bola. Tem que perceber que a liberdade dele termina no ponto em que começa a liberdade do próximo e algumas crónicas dele, são digamos doentias. Até porque do senhor dos pneus que tem um passado mais do que duvidoso (com uma condenaçao pelo meio) ele raramente fala.

João António disse...

Renato_Seara
Concordo consigo em tudo, excepto em dar trela futebolística ao RAP. O presidente do FCP não precisava descer tanto.

Ferreira-Pinto disse...

Eu não sei se RAP merece resposta ou não, embora ache que quem não se sente não é filho de boa gente, mas, como portista que sou, acho que devíamos estar mais preocupados com a gestão desportiva do plantel do que em frentes de guerra que dão em coisa nenhuma.
E dão em coisa nenhuma porque mesmo que o Benfica seja o Benfica, na Liga more um cavalheiro que se apode e arroga do Vermelho do Norte (Ricardo Costa), e nos tunéis nem só Hulk e Sapunaru causem mossa, é no campo que elas se mostram!
E só quem usa palas é que justifica tudo o que o Porto ganhou com o sistema!

João António disse...

Ferreira-Pinto
Uma lucidez rara quando se fala de bola meu caro !