Sonhos idealistas


6 comentários:

Daniel Santos disse...

Eu gosto.

João António disse...

Daniel Santos
Muito bom !

Ferreira-Pinto disse...

Um dos momentos marcantes do chamado período berlinense de Bowie em que, graças à colaboração com Brian Eno, nos deixou momentos únicos com "LOW", "HEROES" e "LODGER". De permeio o injustiçado "STAGE".

João António disse...

Ferreira-Pinto
Quem consegiu a colaboração de Brian Eno naqueles anos oitenta/noventa correu o risco de cantar e obter grandes êxitos(músicas) como esta. Mas a minha música de eleição do Bowie é o "Ashes To Ashes" .

Ferreira-Pinto disse...

Essa também é uma música que faz jus ao historial do músico, sim senhor. Aliás, tirando o "VH1 Storytellers", de onde esta actuação é retirada e que nem sequer foi um álbum pensado, acho que o "Scary Monsters and Super Creeps" marca o encerrar dum ciclo em Bowie. O que se seguiu já não é o Bowie da vanguarda, antes "mainstream"!

João António disse...

Ferreira-Pinto
Plenamente de acordo !