Renascimento de uma estrela

Yusuf Islam, nome adoptado por Cat Stevens após a conversão islamismo, editou há três anos um álbum "secular", pondo fim a um silêncio de três décadas. Há uma semana, anunciou uma digressão e um musical


12 comentários:

manuel gouveia disse...

Espero que Yusuf faça uma digressão pelos locias sagrados da sua religião e dê um concerto na zona talibã do Afeganistão...

João António disse...

Manuel a intolerância não è o teu forte, eu gostava de assistir a um concerto dele no Atlântico !

Daniel Santos disse...

Eu gosto.

João António disse...

È muito bom Daniel !

profpardal disse...

Sabes que adoro essa música. Ouvi-a pela primeira vez numa aula de inglês. A professora dava-nos a letra da música incompleta e nós tinhamos que a preecher.
Fiquei fã.

Amanhã vou dar uma entrevista na rádio, porcausa da música da Minha Vida!

Táxi Pluvioso disse...

O álbum Foreigner era muito bom. Comprei-o há tempos.

A ver se agora os Estados Unidos o deixam entrar no país.

Vou meter este blog nos links do meu, para facilitar o acesso.

manuel gouveia disse...

Ok! Espero que Yusuf faça uma digressão pelos locais sagrados da sua religião e dê um concerto na zona talibã do Afeganistão... e no pavilhão Atlântico.

Rui Figueiredo Vieira disse...

Este homem continua a dar que falar, seja quais forem as suas escolhas religiosas, a sua qualidade musical é simplesmente fantástica. Parabéns pelo blog.

João António disse...

Bem vindo Rui ! O Cat Stevens è e será sempre um grande trovador. Obrigado pelos parabéns !

João António disse...

Manuel, és um brincalhão ! Obrigado pelo apoio !

João António disse...

profpardal esta musica será sempre uma das minhas preferidas ! E "já fui muito feliz" a ouvis Cat Stevens.

João António disse...

Táxi Pluvioso Independentemente de todos os tombos na carreira, este tem sete vidas como os gatos !